Frases icônicas de Miuccia Prada

prada-4

Quando Miuccia Prada fala, é melhor ouvir. Doutora em Ciências Políticas pela Universidade de Milão, a italiana sempre usou a moda para trazer à tona questões atuais de grande importância, tanto na Prada como na Miu Miu (apelido carinhoso pelo qual sua família a chamava quando criança). Isso nas entrelinhas, claro, nunca pelo caminho do óbvio – pelo qual ela passa bem longe, inclusive.

Para ela, o feio é bonito; o estranho é interessante; e a lógica convencional nunca foi um parâmetro. Contudo, pense duas vezes antes de classificá-la como uma “estilista intelectual”. “É um clichê. A partir do momento que me chamam assim, prefiro muito mais ser a ‘estilista estúpida’! Porque sempre vou na direção oposta”.

Aqui, elencamos dez frases icônicas proferidas por Miuccia:

“Uma pessoa sofisticada olha para o todo; alguém superficial é aquele que só olha a fachada”, Document Journal

“’Elitismo’ não é, já por definição, uma boa palavra. Elitismo é como a palavra ‘luxo’; são duas palavras realmente ruins. Mas se elitismo significa estudar, pesquisar, ler, discutir, então é uma boa palavra”, System

“Você não pode esperar que a moda revolucione as coisas; a revolução acontece na sociedade. As minissaias surgiram por causa da libertação das mulheres. O novo vem da mudança da sociedade e a moda reflete isso”, WWD

“Sou muito grata à moda porque ela me mantém ancorada na realidade. Através da moda eu consigo saber como o mundo está indo, por ser uma indústria que atrai tanta gente livre e criativa”, La Repubblica

“A forma como você se veste é como você se apresenta ao mundo, especialmente hoje, quando o contato humano é tão rápido. A moda é uma linguagem instantânea”.

“A moda masculina deve se apropriar de alguns códigos da moda feminina e não apenas o contrário”, Purple Magazine

“Feio é atraente, excitante. Para mim, a investigação do que é feio é mais interessante do que a noção de beleza que a burguesia tem. E por quê? Porque feio é humano e isso toca o lado ruim e ‘sujo’ das pessoas. Sabe, isso pode ser um escândalo na moda, mas em outros âmbitos da arte é comum: nos filmes e pinturas é sempre comum ver aquilo que é considerado feio. Mas, sim, não é usado na moda e eu fui muito criticada por inventar o trashy e o feio”, The New York Times

“Eu acredito na individualidade. Gosto de homens e mulheres bastante diferentes, mas um ícone de estilo? Odeio essa ideia”, The Telegraph

“Nós, como estilistas, temos um trabalho com tantas possibilidades e conexões. Somos conectados em tantos portais, da arte ao cinema, da música ao design. A moda é sempre envolvente. Eu acho que não existe outra profissão que seja aberta a tantas possibilidades”.

“Eu sou muito ambiciosa – o que complica a sua vida, mas também pode impulsioná-la. Em todo o caso, pessoas que levam uma vida simples também podem ser felizes”, Harper’s Bazaar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *