Camisa branca é um clássico que se renova; aprenda a escolher a sua

 

A camisa branca é uma das peças mais versáteis que o homem pode ter no guarda-roupa: combina com todo mundo, nunca sai de moda, pode ser usada com terno, jeans e até bermuda. O Hora H desta semana conversou com Christiano D’Carlos, estilista especializado em camisas sob medida, para revelar os segredos deste clássico que sempre se renova.

“Até meados do século 18, somente os colarinhos das camisas ficavam à mostra. No século seguinte, a história começa a mudar, pois as camisas brancas ganharam notoriedade e valor. Elas traduziam o status e o poder da aristocracia já que apenas os aristocratas podiam usar e trocar quantas camisas brancas fossem necessárias”, explica D’ Carlos.

Hoje, a camisa branca ficou mais democrática e tem inúmeras variações de preços. Os modelos, à primeira vista, podem parecer todos iguais. Mas não são. A seguir, Christiano D’Carlos dá dicas para você não errar na escolha da sua camisa branca.

 

partes-da-camisa-branca-masculina-1268700336722_420x480

 

A camisa branca em seis partes

FOTOS: VEJA OPÇÕES DE CAMISA, TECIDOS E MAIS 

01 – Colarinho
Opte pelo colarinho adequado ao seu rosto e na medida certa do seu pescoço. O ideal é que esteja com um dedo de folga para não te apertar muito e nem deixar muita sobra caso use com gravata. 

As variações em torno do colarinho são muitas e cada marca escolhe o nome mais adequado para os modelos mais abertos ou fechados, longos ou curtos, pontudos ou arredondados, os que vêm fechados com botão aparente ou interno. Ainda existem as golas padres, bem informais, e as de colarinho levantado, para uso com smoking, bem tradicionais e formais.

A regra é simples: se você tem rosto redondo, opte por colarinhos mais pontudos. Rosto fino pede colarinhos mais abertos. Para o formato quadrado, um colarinho tradicional tipo inglês é o ideal.

O colarinho também define o tipo de nó da gravata: quanto mais aberto o colarinho, maior o nó e vice-versa. Preste atenção também ao usar uma camisa sem gravata: o colarinho deve ser firme, mas nunca ficar muito duro, com aspecto de engomado. Na hora da compra, diga que quer um modelo para usar com e sem gravata.

Para saber as outras dicas acesse: http://estilo.uol.com.br/moda/dicas/masculina/2010/03/16/camisa-branca-e-um-classico-que-se-renova-aprenda-a-escolher-a-sua.jhtm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *