Desodorantes:

Dermatologistas questionam eficácia de nova safra de desodorantes

Não é à toa que as prateleiras dos supermercados brasileiros são fartas de desodorantes com as mais diferentes propostas. Segundo o Euromonitor, instituto internacional que audita o mercado de higiene pessoal em mais de 120 países, o Brasil é o maior consumidor de desodorantes do mundo. 

desodorantesFoi-se o tempo em que o principal atrativo de um desodorante era proteger contra odores: hoje promessas vão de diminuir pelos a clarear axilas

Com o avanço tecnológico que a indústria do setor sofreu nos últimos anos, o básico ficou para trás: agora proteger contra a transpiração e o mau odor não são mais os principais atrativos destes produtos. As novas fórmulas aparecem sofisticadas, com promessas de garantir diferentes benefícios aos consumidores, como, por exemplo, prevenir o escurecimento da axila e auxiliar na redução dos pelos da região. Além disso, a maioria dos fabricantes já promete proteção antitranspirante por até 24h. E não é só. Tem até uma marca que assegura mudar a fragrância ao longo do dia, a fim de renovar a sensação de frescor.

Diante deste repertório de benefícios, é natural que o consumidor questione se os produtos realmente cumprem o que anunciam.

Para maiores informações acesse:

http://estilo.uol.com.br/ultnot/2010/02/10/dermatologistas-questionam-eficacia-de-nova-safra-de-desodorantes.jhtm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *