Morde & Assopra:

 
Figurino une antiguidade e tecnologia
Trama aborda assuntos como paleontologia, robôs e cultura oriental

Com um enredo que envolve as peculiaridades da paleontologia, as novas tecnologias e a cultura oriental, Morde & Assopra estreou na última segunda-feira, 21, no horário antes ocupado por Ti-ti-ti, com um elenco formado por atores consagrados.

Com tantas referências, o figurino aposta nos conceitos simples e naturalista. A figurinista Natália Duran buscou na essência de cada papel a ideia central para as roupas dos personagens: “Nada foi feito de forma exagerada, justamente para que não ficasse estereotipado. O objetivo é retratar a realidade”.

  

Para a paleontóloga Júlia (Adriana Esteves), foram garimpadas muitas botas, camisas e chapéus. Já o personagem Ícaro, vivido pelo ator Mateus Solano, foi idealizado como um cientista moderno, pouco preocupado com a aparência e até um pouco desleixado. Por isso, há sempre uma peça de roupa amassada ou com um botão fora do lugar.


A parte mais autoral da caracterização ficou para Bárbara Paz, que interpreta Virgínia. No figurino da personagem serão usadas tendências mais atuais da moda, inclusive com peças exclusivas de Tóquio. Do Japão, a equipe também trouxe peças típicas, especialmente quimonos, para o núcleo nipônico da novela.

Um dos desafios foi a criação das peças para o robô Naomi (Flávia Alessandra). Para ela, foram escolhidas roupas com formato mais moderno, além de tecidos de alta tecnologia, sempre em tons neutros e frios.

Carla

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *