Oscar 2011: indicados a Melhor Figurino

O Oscar 2011, que acontecerá no dia 27 de fevereiro, no teatro Kodak, em Los Angeles, conheceu na última terça-feira, dia 25, seus indicados aos prêmios da academia. No quesito Melhor Figurino, as 5 produções concorrentes apresentam temática de época, ainda que distintas entre si. Detalhamos o que cada filme candidato à estatueta mais famosa do cinema traz como inspiração e suas características.
Alice no País das Maravilhas
alice

Um verdadeiro sucesso na mídia. Influenciou, inclusive, diversas coleções de moda e campanhas publicitárias. Baseado na obra de Lewis Carrol, com a direção do excêntrico Tim Burton, Alice trouxe um pouco do imaginário infantil multicolorido ao vestuário adulto. Os looks da figurinista Colleen Atwood são compostos de muitas sobreposições e temática do século XIX.

I am Love

O filme se passa na Itália, entre os anos 1980 e tempos atuais. Emma (Tilda Swinton) é uma russa que se casa com um rico empresário italiano. O figurino, selecionado por Antonella Cannarozzi, propõe todo o glamour de uma senhora da alta sociedade europeia, com sobriedade e luxo, em vestido longos e modelagens retas, além de trench coat e cardigãs. Entre os homens, predomina a alfaiataria.

 
O Discurso do Rei
Conta a história do rei George VI, que enfrenta a gagueira, considerada imprópria para a realeza. Ambientado no início do século XX, na época anterior à 2ª Guerra Mundial, mostra o estilo mais comum e elegante do vestuário londrino. A figurinista Jenny Beaman escolheu um mix de peças demonstrando uma família real em declínio, sendo bastante influenciada pelo clima de guerra iminente.

 
A tempestade
Baseado na última grande obra de Shakespeare, se passa entre os séculos XVI e XVII. O figurino é diversificado, envolvendo temáticas como feitiçaria e tribalismo. Portanto, os looks selecionados por Sandy Powell vão desde os grandes vestidos de armação com babados e decotes retos, até as pequenas tangas de índios, passando por farrapos descombinados de marinheiros ingleses.
Bravura Indômita
A refilmagem do clássico bang-bang apresenta uma menina de 14 anos em busca de vingança pelo pai. Seu vestuário é praticamente todo composto por peças masculinas. O faroeste mistura peças pesadas como couro a peças mais detalhadas, como lenços, gravatas e chapéus. O desafio de Mary Zophres foi encontrar uma combinação perfeita entre estilo batido da época, misturado a suor e poeira.

Fonte: Usefashion

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *